Home

Diocese | Governo

Comunicado - Outubro/2015 | 08/10/2015

O Revdo. Pe. Antonio Robson Gonçalves, Vigário Geral, informa:

 

1) No dia 09 de setembro de 2015, houve a reestruturação das Regiões Pastorais da Diocese de Mogi das Cruzes;

 

2) No dia 24 de setembro de 2015, o Revdo. Pe. Luis Alberto Hidalgo, pároco da Paróquia Santa Rita de Cássia, no Jardim Gardênia Azul, em Suzano, foi nomeado Procurador e Ecônomo da Diocese de Mogi das Cruzes;

 

3) No dia 07 de outubro de 2015, o Revdo. Pe. Claudio Antonio Delfino, diretor da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI e reitor do Santuário Senhor Bom Jesus foi nomeado pároco da Paróquia Santa Cruz - Capela do Ribeirão, no Distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes, sem prejuízo de seus ofícios eclesiásticos anteriores;

 

4) O Revdo. Pe. Ezio Bellini, vice-diretor da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI, exercerá o ministério presbiteral com uso de ordem na Paróquia Santa Cruz - Capela do Ribeirão, no Distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes e Santuário Senhor Bom Jesus - Igreja São Benedito, em Mogi das Cruzes.

 

Comunicado - Licença para celebração de matrimônios fora da Igreja | 23/02/2015

Mogi das Cruzes, 19 de fevereiro de 2015.

Aos Revmos. Srs.

 

Párocos e Administradores Paroquias.

 

Referente: LICENÇA PARA CELEBRAÇÃO DE MATRIMÔNIOS FORA DA IGREJA

 

            O matrimonio católico é um ato de fé, ou seja, uma manifestação desta fé em Jesus Cristo e não um mero contrato social ou um evento de caráter social. Em vista desta realidade, os noivos, devem ser orientados e conscientizados pelos seus pastores (Pároco/Administrador Paroquial) a realizarem seu matrimônio na comunidade eclesial em que estão inseridos. Sendo um ato de fé e a celebração de um sacramento é também um ato de culto a Deus e, por isso, o local apropriado para a realização do matrimônio cristão é a Igreja, preferencialmente a Igreja Matriz Paroquial (cfr. Can. 1118).

 

No entanto, não obstante a isso, é possível que em caráter extraordinário e excepcional, por justos e razoáveis motivos, mediante a licença, por escrito, do ordinário (Bispo Diocesano ou Vigário Geral), se admita a celebração do Matrimônio em outros locais (sítios, chácaras e etc).

            Desta forma é preciso deixar claro que:

a)      Aquilo que é exceção à norma não pode se tornar regra: O normal é não conceder tal licença a não ser que de fato existam circunstâncias que a justifiquem. Cabe ao Pároco e ao Administrador Paroquial conscientizar os nubentes desta realidade;

b)      O processo matrimonial, à norma do Direito, deve ser instruído e devidamente concluído na Paróquia de origem do noivo ou da noiva e a transferência só pode ser realizada após o processo estar devidamente concluído; inclusive, quando for o caso, após a concessão da licença solicitada ao Ordinário;

c)      Para a concessão da Licença é necessário juntar ao processo devida e corretamente preenchido uma carta de próprio punho dos nubentes solicitando tal licença e apresentando os motivos pelos quais desejam casar-se em outro local que não seja a Igreja;

d)     Uma carta do Pároco “a quo”, ou seja, que instruiu o processo, atestando que o pedido dos nubentes se justifica e que está de acordo com a concessão de tal licença. É preciso ainda mencionar o nome do Ministro Assistente (Padre ou Diácono) e se o Pároco “ad quem” (do lugar onde se dará o matrimônio) está ciente e de acordo com a concessão da licença, pois, naquela paróquia é que deverá ser assentado no livro de matrimônios a realização da celebração do matrimônio em questão e arquivado o processículo; 

e)      Esta licença, a não ser por causas gravíssimas, não se concede de modo verbal e os Párocos ou Administradores Paroquias não podem concedê-la por si mesmos;

f)       Lembro ainda que mesmo que seja o Vigário Geral que vá conceder ou indeferir o pedido as cartas devem ser endereçadas ao Bispo Diocesano.

 

Certo de contar com a compreensão e colaboração de todos, coloco-me à disposição para ulteriores esclarecimentos.

 

 

Pe. Antônio Robson Gonçalves

Vigário Geral             

Comunicado - Fevereiro/2015 | 12/02/2015

No dia 04 de fevereiro de 2015, foi nomeado para o Ofício Eclesiástico de Ecônomo Adjunto o Revdo. Pe. Luís Alberto Hidalgo.    

E na mesma data foi constituita a Comissão Administrativa Diocesana, composta por:

- Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo Diocesano;

- Pe. Antonio Robson Gonçalves, MSJ, Vigário Geral;

- Pe. Leandro Machado Silvestre, Ecônomo e Procurador da Diocese;

- Pe. Luís Alberto Hidalgo, Ecônomo Adjunto.    

 

A Comissão Administrativa Diocesana contribuirá juntamente com o Conselho para Assuntos Econômicos e outros orgãos da Diocese na administração da Diocese. 

Comunicado Chancelaria - Outubro/2014 | 31/10/2014

O Revdo. Pe. João Batista Ramos Motta, Chanceler, informa que a Arquidiocese do Ordinariado Militar do Brasil firmou convênio com a Diocese de Mogi das Cruzes cedendo o Revdo. Pe. Alessandro Correa de Campos, para exercer seu ministério sacerdotal no periodo de cinco anos na Diocese de Mogi das Cruzes.

 

 

O Revdo. Pe. Alessandro tem Uso de Ordem para a Diocese de Mogi das Cruzes e responsável pela reforma e ampliação da Igreja de Santa Rita de Cássia da Paróquia Nossa Senhora do Socorro, no bairro do Socorro, em Mogi das Cruzes - SP, e celebra todas as quartas-feiras, às 19h00 na Paróquia.

 

 

Att.

 

 

Chancelaria do Bispado

Comunicado Chancelaria - Outubro/2014 | 24/10/2014

O Revdo. Pe. João Batista Ramos Motta, Chanceler do Bispado, informa:

 

1) O Revdo. Pe. Antonio Robson Gonçalves, MSJ, Vigário Geral, foi transferido da Paróquia Santa Cruz - Capela do Ribeirão, do distrito de Taiaçupeba, para a nova Área Pastoral Nossa Senhora de Fátima, na vila Jundiaí, área que será desmembrada da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Roque, do distrito de Brás Cubas, em Mogi das Cruzes. A missa de posse, será no dia 03 de dezembro de 2014, às 19h30 na Igreja Nossa Senhora de Fátima;

 

2) O Revdo. Pe. Lázaro Teodoro Mendes foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no distrito de Calmon Viana, em Poá;

 

3) O Revdo. Pe. Vicente Paulo Braga, FAM esta fazendo experiencia pastoral na Diocese de Mogi das Cruzes e foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia São Benedito, na Vila Suissa, em Mogi das Cruzes;

 

4) O Revdo. Pe. Dimas de Paula Inácio foi nomeado Pároco da Paróquia Santa Cruz, no bairro da Ponte Grande, em Mogi das Cruzes;

 

5) O Revdo. Pe. César Augusto da Silva foi nomeado Pároco da Paróquia Santa Cruz - Capela do Ribeirão, no distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes. A missa de posse será no dia 24 de novembro de 2014, às 20h00 na Igreja Matriz da paróquia;

 

6) O Revdo. Pe. Ezio Bellini, Vice-Reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI, exercerá seu ministério presbiteral com Uso de Ordem na Paróquia Sant'Ana - Catedral Diocesana;

 

7) O Revdo. Pe. Alessandro Correa de Campos, presbítero incardinado no Ordinariado Militar do Brasil, com Concessão de Uso de Ordem para a Diocese, está coordenando a reforma e ampliação da Capela de Santa Rita de Cássia, da Paróquia Nossa Senhora do Socorro, no bairro do Socorro, Mogi das Cruzes;

 

8) O Revdo. Diácono Permanente Valmir Donizeti Pereira foi designado auxiliar do Revdo. Pe. Alessandro Correia de Campos na Capela Santa Rita de Cassia da Paróquia Nossa Senhora do Socorro, no bairro do Socorro, em Mogi das Cruzes;

 

9) O Revdo. Frei Antônio Bento Brito dos Santos, O.Carm foi nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, centro, Mogi das Cruzes;

 

10) O Revdo. Pe. João Paulo da Silva foi nomeado Reitor do Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus da Diocese de Mogi das Cruzes;

  

11) No dia 31 de janeiro de 2015, à 10h00 na Paróquia Santos Apostolos, em Itaquaquecetuba, acontecerá a Ordenação Diaconal dos seminaristas: Aleksandro Basseto Moreira; Luís Ricardo Candido Silva; Rogério Aparecido Leite; Müller Aparecido Prado; Rogério de Oliveira e Carlos Duarte Guimarães. Após a ordenação diaconal serão encaminhados para exercer trabalho pastoral nas seguintes paróquias: Aleksandro Basseto Moreira, Paróquia Santos Apostolos; Luiz Ricardo Cândido Silva, Vice-Reitor da Casa Propedeutica Nossa Senhora do Socorro e com Uso de Ordem na Paróquia Sagrada Família, no Botujuru, em Mogi das Cruzes; Müller Aparecido Prado, Paróquia São José, em Salesópolis; Carlos Duarte Guimarães, Residência Episcopal; Rogério de Oliviera, Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Itaquaquecetuba; Rogério Aparecido Leite, Paróquia Cristo Redentor, no Caiubi, em Itaquaquecetuba;

 

12) O Revdo. Pe. Leandro Machado Silvestre, atual reitor do Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus agradece a todos que participaram da 15ª Festa do Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus, no dia 21 de setembro de 2014.

 

13) Convite de Ordenação Presbiteral do Diácono Frei Seraphim das Dores do Crucificado, no dia 06 de dezembro de 2014, às 10h00 na Catedral Diocesana.

 

14) O Revdo. Pe. Beniamino Resta, foi nomeado Diretor de Formação dos Candidatos ao Diaconato Permanente;     

 

15) O Revdo. Pe. Claudionir Braga do Carmo foi nomeado Diretor de Estudo da Escola Diaconal dos Candidatos ao Diaconato Permanente.

 

Att.

 

Chancelaria do Bispado.

 

Novo Vigário Geral - Pe. Antonio Robson Gonçalves, MSJ | 29/09/2014

Informamos que o Exmo. Bispo Diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, nomeou o Revdo. Pe. Antonio Robson Gonçalves, MSJ, Vigário Geral da Diocese.

 

O Pe. Antonio Robson Gonçalves, MSJ, possui graduação de Bacharel em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ - 1993), mestrado em Direito Canônico pelo Instituto de Direito Canônico Pe. Dr. Giuseppe Benito Pegoraro - São Paulo, Filiado à Pontificia Universitas Lateranensis de Roma (2005); e doutorado em Direito Canônico pela Pontificia Universitas Lateranensis de Roma (2010). Atualmente, é professor titular da Faculdade de Filosofia e Teologia Paulo VI em Mogi das Cruzes-SP e professor convidado no Curso de Extensão de Direito Canônico do Instituto de Direito Canônico Pe. Dr. Giuseppe Benito Pegoraro - São Paulo, agregado à Pontificia Universitas Lateranensis de Roma. Lecionou Direito Canônico no Instituto São Paulo de Ensino Superior (ITESP). Experiência na área de Teologia, com ênfase em Direito Canônico, atuando, principalmente, nos seguintes temas: orientação prática sobre o iter processual administrativo e judiciário, múnus de ensinar, história das fontes do Direito Canônico, Direito Sacramental, Direito dos religiosos, Direito Matrimonial. Atualmente, faz parte do Colégio de Juízes do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de São Paulo.

E pároco da Paróquia Santa Cruz - Capela do Ribeirão, no distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes.

 

Atenciosamente,

Pe. João Batista Ramos Motta

Chanceler do Bispado

 

<< | < | 2 | 3 | 4 | > | >>